21 de julho de 2024
AlimentaçãoArk Therapeutic Brasil

Como desenvolver um padrão de mastigação rotativo

Neste texto, Debra responde a uma questão de uma fonoaudióloga que precisa de orientação para seu paciente. Seu objetivo é a ajudá-lo a desenvolver um padrão de mastigação rotativo.

Concluí recentemente uma avaliação clínica da deglutição e hoje um estudo videofluoroscópico da deglutição da deglutição de um menino de 10 anos (ambos revelaram uma deglutição segura que está dentro dos limites normais) e observei que seu padrão de mastigação não é apropriado para a idade. Ele se envolve em um movimento vertical não estereotípico durante a mastigação. Como resultado, a fase de preparação oral é significativamente prolongada e sua mãe relatou que ele leva (às vezes) de 1,5 a 2,0 horas para completar uma refeição.

Em um caso, ele me informou que não gosta da textura em pó (ou seja, farinha ou açúcar de confeiteiro) e a refeição em questão consistia em ovos mexidos e torradas francesas que continham apenas açúcar de confeiteiro – sem xarope. No entanto, não encontrei nenhuma informação sobre padrões mastigatórios imaturos em crianças mais velhas. Qualquer informação ou recurso que você possa fornecer ou sugerir a esse respeito será muito apreciado.

Confira a análise na prática

Em um padrão de mastigação vertical, a mandíbula se move para cima e para baixo em um movimento vertical. Como a língua e a mandíbula estão conectadas, a língua seguirá o exemplo, movendo-se também para cima e para baixo. Isso às vezes é chamado de “movimento de bombeamento da língua”.

Por outro lado, em um padrão de mastigação maduro, a mandíbula se move em um movimento rotativo (circular) para moer a comida – imagine uma vaca ruminando como um exemplo exagerado. Ao mesmo tempo, a língua se move de um lado para o outro para manipular as partículas alimentares moídas em um bolo (bola de comida). Sem esse movimento de trituração e lateralização da língua, faz sentido que ele esteja tendo dificuldades para quebrar e manipular a comida, e porque as refeições são muito longas e cansativas. Experimente mastigar a comida hoje sem mover a mandíbula ou a língua de um lado para o outro – não é fácil!

Portanto, seu objetivo seria desenvolver uma mastigação rotativa para que ele possa mastigar e manejar adequadamente os alimentos. Depois que suas habilidades de mastigação melhorarem, ele será capaz de comer diferentes tipos de alimentos, principalmente aqueles que exigem boa capacidade de mastigação. E uma mastigação rotativa diminuirá drasticamente o tempo necessário para quebrar adequadamente os alimentos, que normalmente não passa de 30 minutos.

Como desenvolver um padrão de mastigação rotativo

Mas como desenvolver uma mastigação rotativa?

É difícil saber exatamente o que funcionará sem ver a criança, pois cada criança é diferente e a intervenção deve ser modificada de acordo após avaliar pessoalmente suas necessidades. Mas, na minha experiência, uma combinação das estratégias abaixo teve sucesso na implementação de um padrão de mastigação rotativa: 

  • Primeiro verifique o posicionamento correto enquanto ele se senta à mesa. Suas costas devem estar apoiadas no encosto da cadeira, com os pés firmemente apoiados no chão. Você pode colocar uma caixa sob seus pés, se necessário. Uma consulta com um fisioterapeuta pode ser necessária se ele não tiver um bom suporte do tronco, habilidades de giro do tronco, etc. Você está ensinando os músculos da boca a funcionarem corretamente e o resto do corpo precisa suportar isso.
  • Para estabelecer o conceito de lateralização da língua, faça exercícios de giro de tronco com ele. Você também pode empurrar ou guiar fisicamente a língua para um lado com o oro-Navigator ou com a ponteira Probe conectada ao Z-Vibe. Isso fornece uma dica tátil para ajudá-lo a sentir  para onde sua língua deveria ir – às vezes, apenas dizer ou demonstrar não é suficiente.
  • Comece a trabalhar em exercícios de lateralização da língua. Acaricie as laterais da língua com a Z-Vibe conectada a ponteira probe para estimular a lateralização. Acaricie um lado cinco vezes e depois o outro. Em seguida, alterne os lados para simular o movimento para frente e para trás.
  • Você também pode colocar a Z-Vibe ou o modedor Grabber dentro da área da bochecha, de lado. Peça à criança que toque com a ponta da língua. Repita para o outro lado. Faça cerca de 5 séries. Mergulhe a ferramenta em um pedaço de amendoim (ou qualquer alimento pegajoso que ele goste) para tornar esta atividade mais motivadora.
  • Ao alimentá-lo com colher, nem sempre coloque a comida no meio da língua. Coloque para a esquerda e para a direita para desafiá-lo e fazer aquela língua se mover.
  • Incentive-o a mastigar um mordedor Grabber ou Y-Chew. Por serem itens não alimentares, essas ferramentas para mastigar são uma forma segura de praticar a mastigação sem o risco de engasgar com alimentos reais que ele ainda não consegue controlar. O risco de asfixia não é apenas uma preocupação por razões óbvias, mas também pode fazer com que as crianças desenvolvam ansiedade em relação à comida. Portanto, é melhor usar uma ferramenta para mastigar até que suas habilidades motoras orais melhorem.
  • Faça-o morder e mastigar o Grabber ou Y-Chew de 3 a 5 vezes em um lado da boca. Depois mude para o outro lado. Repita várias vezes de cada lado. Alternar os lados ajudará a encorajar um movimento de vaivém.
  • Também pode ser importante aumentar a força e a estabilidade da mandíbula .

Confira algumas dicas e informações adicionais

Com a prática contínua, a língua começará a se mover de um lado para o outro e a mandíbula em um padrão circular. Lembre-se de que isso pode levar muito tempo. Tenha paciência!

Enquanto isso, pense nesse atraso motor oral como se fosse um atraso de linguagem. Ao testar uma criança de 10 anos no nível de idioma de 3 anos, você recua e começa a trabalhar nas habilidades que uma criança de 3 anos começaria a aprender. É a mesma coisa para a alimentação. Mesmo tendo 10 anos, ele não está onde uma criança de 10 anos deveria estar em termos de capacidade de mastigação. Então você não pode alimentá-lo aos 10 anos de idade.

Peça à mãe que faça uma lista de tudo o que ele come durante cerca de 3 dias, fazendo anotações sobre os alimentos e como eles foram fáceis ou difíceis para ele. Isso lhe dará um pouco de histórico e você poderá fazer ajustes a partir daí para alimentos que são mais fáceis de mastigar (experimente você mesmo os alimentos para ter certeza de que são fáceis de mastigar e se decompõem rapidamente). Eu até recomendaria que você voltasse ao que os bebês comem por volta dos 8-9 meses de idade. Use isso como base e construa os alimentos a partir daí. Consulte também um terapeuta alimentar e um nutricionista. Ele está crescendo e a ingestão de alimentos deve apoiar seu crescimento.

No que diz respeito aos alimentos em textura de pó que você mencionou, eu ficaria longe das opções secas. São partículas de alimentos extremamente finas, que podem ser difíceis de controlar, na minha experiência. E se algumas das partículas forem inaladas enquanto ele come, elas podem levá-lo a tossir e engasgar. Pessoalmente, evito açúcar de confeiteiro por esse motivo, pois me faz engasgar e espirrar.


* Texto original escrito por Debra C. Lowsky, MS, CCC-SLP – no Blog Oficial da Ark Therapeutic dos EUA. A Falconn Distribuidora e Importadora é uma empresa que faz parte do grupo da BmB Terapêuticos. A Falconn é a distribuidora oficial da Ark Therapeutic no Brasil. Portanto, ambas as empresas são autorizadas a replicar os conteúdos oficiais da Ark Therapeutic no em português, no Brasil.

Debra C. Lowsky

Sobre a autora do post:

Debra C. Lowsky, MS, CCC-SLP

***Todo o conteúdo deste site, incluindo opinião médica e qualquer outra informação relacionada à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado como um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação individual. O uso deste site e as informações contidas neste documento não criam uma relação médico-paciente. Sempre procure o conselho direto de seu próprio médico em relação a quaisquer

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *