22 de julho de 2024
Ark Therapeutic Brasil

Por que meu filho mais velho mastiga tudo?

Neste post, Debra responde a pergunta de outra mãe que deseja saber porque seu filho mais velho mastiga tudo que vê pela frente.

Pergunta: Meu filho de 9 anos mastiga tudo… borrachas, espuma de borracha, golas de camisa. Ele sempre teve uma fixação oral desde criança, colocando brinquedos na boca e mastigando tudo que estava à vista. Isso é algo mais do que um comportamento típico da infância? Li em alguns fóruns de discussão que seus ” Grabbers ” são frequentemente usados ​​por outras crianças com o mesmo problema. Estou buscando conselhos…

Ótima pergunta. Para bebês e crianças pequenas, colocar coisas na boca é um estágio normal do desenvolvimento oral .

Algumas crianças, no entanto, continuam a mastigar itens não alimentares muito depois da fase de boca/dentição. Para alguns, é uma fase passageira. Mas outros indivíduos sempre terão necessidade de mastigar, o que pode continuar na idade adulta.

Por que meu filho mais velho mastiga tudo?

Por que? Pode haver muitos motivos diferentes e nem sempre é uma resposta direta. Mas na minha experiência pessoal com as crianças que atendo em terapia, normalmente é um ou uma combinação de:

ESTRESSE / ANSIEDADE

A explicação mais comum para algumas crianças mastigarem é o estresse e/ou ansiedade, pois a mastigação fornece informações proprioceptivas à mandíbula que são muito calmantes e organizadoras. É semelhante, por exemplo, a como algumas pessoas roem as unhas quando estão nervosas, ou andam de um lado para o outro, respiram profundamente, batem os pés, etc. Todos esses são mecanismos de como lidamos com o estresse.

O estresse de que estamos falando pode ser o estresse diário – quando as crianças estão frustradas, bravas ou cansadas. Também pode ser a ansiedade adicional de ir para um novo lugar, retornar às aulas na escola, etc. A mastigação normalmente aumenta em relação à quantidade de estresse E em relação à forma como as crianças lidam com o estresse.

Mastigar é uma maneira fácil de os pequenos se acalmarem porque:

  1. É um plano motor conhecido.
  2. Há sempre algo por perto que eles possam mastigar (seja seguro/apropriado ou não) – uma camisa, lápis, brinquedo, algo apanhado do chão, etc.
  3. Eles também podem controlar o que se passa em sua boca, algo que muitas crianças não conseguem fazer com frequência.

NECESSIDADES SENSORIAIS

Mastigar como mecanismo calmante é especialmente verdadeiro para crianças com autismo e/ou transtorno de processamento sensorial (TPS).

Indivíduos com problemas sensoriais processam o mundo de maneira diferente e, muitas vezes, isso pode ser muito opressor. Por exemplo as luzes podem ser mais brilhantes, os sons podem ser mais altos, o toque pode ser doloroso, e assim por diante.

Abreviação de autoestimulação, stimming é uma forma de indivíduos com problemas sensoriais se organizarem e gerenciarem todas as informações extra-sensoriais que bombardeiam seus sistemas. Stimming normalmente é qualquer coisa repetitiva, como bater as mãos, balançar para frente e para trás, girar coisas, repetir certas palavras, mastigar , etc.

Por que meu filho mais velho mastiga tudo?

CONSCIÊNCIA/PROPRIOCEPÇÃO CORPORAL

Processamos o mundo ao nosso redor através de nossos sentidos, um dos quais é o menos conhecido “sexto sentido” chamado propriocepção. Resumindo, a propriocepção é a nossa capacidade de saber onde está o nosso corpo no tempo e no espaço. É como processamos as informações de nossas articulações e músculos para mover e posicionar o corpo.

Quando as crianças têm dificuldades em interpretar adequadamente esta informação, isso pode representar uma série de problemas. Você pode vê-los colidindo com coisas, tendo mau controle motor, “balançando” e não sendo capazes de ficar parados ou concentrados, e/ou muitas outras coisas.

Contudo, essas crianças, em particular, necessitam do que chamamos de “estimulação sensorial” para regular seus sistemas. Isso é algo que um terapeuta ocupacional pode ajudar e muito. É criado especificamente para cada criança dependendo de suas necessidades e normalmente inclui algum tipo de atividade de trabalho pesado. Se não houver uma rotina sensorial em vigor, ou se por algum motivo eles não estiverem recebendo a quantidade certa de estímulos proprioceptivos compensatórios em qualquer momento do dia, eles podem tentar se autorregular por conta própria. E muitas vezes eles fazem isso através da mastigação porque, novamente, é algo que eles conhecem, têm acesso e podem controlar, e fornece informações proprioceptivas para a mandíbula.

CONSCIÊNCIA ORAL

Alguns indivíduos têm o que é chamado de “hipossensibilidade oral”, que é uma maneira elegante de dizer que não têm nenhuma sensação na boca.

Portanto para usar uma comparação que provavelmente seja mais identificável, imagine que, por algum motivo, você diminuiu a sensibilidade nos dedos. Como você compensaria? Você provavelmente pressionaria as coisas com mais força, agarraria as coisas com mais força, talvez procuraria coisas que fossem texturizadas e tivessem muitas informações táteis, e assim por diante.

Da mesma forma, indivíduos com consciência oral limitada podem procurar atividades que proporcionem maior feedback oral, como comer alimentos crocantes, encher a boca de comida, ranger os dentes e/ou (você adivinhou) mastigar qualquer outra coisa que ver pela frente. Mas é possível, porém, “acordar” a boca e aumentar a sensação. Para mais informações, clique aqui.

Por que meu filho mais velho mastiga tudo?

CONCENTRAÇÃO

Você já mascou chiclete durante um teste? Ou mastigou a tampa de uma caneta ou lápis enquanto tentava se concentrar em alguma coisa? Se não, então provavelmente você conhece alguém que fez ou faz. Isso ocorre porque a mastigação pode ser uma forma muito eficaz de aumentar o foco e bloquear outras distrações, principalmente por ser um movimento repetitivo. A mastigação também ativa os músculos da mandíbula até o pescoço, o que proporciona maior estabilidade e ancoragem, principalmente para crianças com planejamento motor diminuído.

TRANSTORNO ALIMENTAR CONHECIDO COMO “PICA”

O transtorno alimentar chamado de “Pica” é caracterizada pela necessidade/desejo não apenas de mastigar, mas de comer itens não alimentares (papel, argila, areia, etc.), então se você suspeitar que é por isso que seu filho está mastigando, procure ajuda médica imediatamente.

DENTIÇÃO

Não é incomum ver crianças mastigando para obter alívio quando seus molares de 6 anos começam a nascer, entretanto se esta for a causa, provavelmente passará quando os dentes terminarem de se posicionar.

SONDA GÁSTRICA (G-TUBE)

Quando os indivíduos não conseguem comer pela boca, eles ainda podem desejar ou sentir falta do ato de mastigar. Deixe-os satisfazer essa necessidade mastigando um mordedor durante a alimentação por sonda.

TÉDIO / HÁBITO

Todos nós temos nossos hábitos. E, novamente, se uma criança está entediada, há sempre algo por perto que pode ser mastigado, seja seguro ou não.

O que você pode fazer para ajudar?

Lembre-se: não é que eles QUEREM mastigar, é que PRECISAM mastigar. Embora às vezes morder/mastigar possa ser comportamental, na minha experiência é mais frequentemente relacionado ao sentido. Nesse caso, dizer-lhes para pararem não vai funcionar, pois por uma razão ou outra, seu corpo está dizendo que eles precisam mastigar e eles estão ouvindo com habilidade.

Você pode garantir que eles façam isso com segurança, dando-lhes uma saída adequada para mastigar . O Grabber que você mencionou foi criado especificamente para esse propósito. Também fazemos um semelhante em forma de Y chamado Y-Chew ,  mordedores topppers de lápis ​​para uma maneira fácil de mastigar enquanto escreve, e “colares mordedores” para informações sensoriais orais discretas em movimento. Cada um deles vem em 3 níveis de resistência identificados por cores:

  •  Padrão/Suave – este é o nível mais suave, recomendado para mastigadores suaves (que não costumam mastigar coisas).
  • XT/Média Firme – XT significa “Xtra Tough”. Este nível é mais firme, mas ainda bastante mastigável, recomendado para mastigação moderada (esta é uma opção mais duradoura para aqueles que eventualmente conseguem mastigar itens)
  • XXT/Super Firme – XXT significa “Xtra Xtra Tough”. Este nível é o mais firme, recomendado para indivíduos com grandes necessidades sensoriais orais que conseguem mastigar rapidamente o nível XT e/ou outros itens difíceis (como legos, itens de madeira, etc.).

Vários formatos são  longos e delgados o suficiente para alcançar a área dos molares posteriores – é aqui que a mastigação é normalmente mais necessária, porque fornece a entrada mais proprioceptiva para a mandíbula. E todos os mordedores da Ark são feitos nos EUA.

Para obter ajuda para escolher o(s) correto(s), consulte esta  Tabela de Mastigação e/ou  Guia de Mastigação para restringir as opções. Sinta-se também à vontade para  nos enviar uma mensagem para recomendações específicas.

Por que meu filho mais velho mastiga tudo?

Para alguns indivíduos, isso pode ser tudo o que é necessário – apenas alguns estímulos motores orais de vez em quando para regular, acalmar e focar.

Para outros, uma ferramenta para mastigar por si só pode não ser suficiente, especialmente se a mastigação for agressiva e/ou opressora. Entretanto pode ser necessário consultar o pediatra da criança para obter suporte adicional e, particularmente, quando a mastigação é sensorial, um terapeuta ocupacional (TO) pode ajudar a montar uma dieta sensorial de estratégias adicionais.

Para mais estratégias sensoriais orais e conselhos para quem precisa mastigar, clique aqui .


* Texto original escrito por Debra C. Lowsky, MS, CCC-SLP – no Blog Oficial da Ark Therapeutic dos EUA. A Falconn Distribuidora e Importadora é uma empresa que faz parte do grupo da BmB Terapêuticos. A Falconn é a distribuidora oficial da Ark Therapeutic no Brasil. Portanto, ambas as empresas são autorizadas a replicar os conteúdos oficiais da Ark Therapeutic no em português, no Brasil.

Debra C. Lowsky

Sobre a autora do post:

Debra C. Lowsky, MS, CCC-SLP

***Todo o conteúdo deste site, incluindo opinião médica e qualquer outra informação relacionada à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado como um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação individual. O uso deste site e as informações contidas neste documento não criam uma relação médico-paciente. Sempre procure o conselho direto de seu próprio médico em relação a quaisquer perguntas ou problemas que você possa ter em relação à sua própria saúde ou à saúde dos outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *