14 de junho de 2024
Ark Therapeutic Brasil

Pré-requisito para beber com canudos – Dissociação de língua e mandíbula

Beber com canudos é uma habilidade que muitos de nós acha que parece fácil, mas para as crianças, especialmente aquelas em desenvolvimento ou com desafios específicos, aprender a beber de um canudo envolve uma série de habilidades motoras orais complexas. Um pré-requisito crucial para essa habilidade é a dissociação de língua e mandíbula, um marco importante no desenvolvimento oral que permite à criança mover a língua independentemente da mandíbula.

Neste texto, Debra C. Lowsky responde a pergunta de uma fonoaudióloga. Através da resposta, você saberá um pouco mais sobre a importância dessa dissociação para o ato de beber com canudos, explorando como ela facilita uma sucção eficaz e segura.

Pergunta: Estou trabalhando com um paciente que tem síndrome de Down. Ela não consegue diferenciar a língua do lábio inferior quando bebe através do canudo. Eu tentei fazê-la beber usando um canudo e um Lip-Blok para ver se isso ajuda, mas a língua ainda assume tudo. Alguma ideia? 


Eu sempre recomendo iniciar as crianças em canudos (de preferência com Lip Bloks) para seu  benefício motor oral. A combinação canudo + Lip Blok pode ajudar a exercitar naturalmente e afinar as habilidades motoras orais/posicionamento oral.

No entanto, algumas habilidades/pré-requisitos devem ser implementadas ANTES que a criança possa efetivamente beber de um canudo, por exemplo: controle do tronco, coordenação sugar-engolir-respirar-falar, dissociação da língua e da mandíbula. Portanto, para isso você precisa ter uma certa força, coordenação e dentre outras atribuições antes de poder fazer qualquer uma delas. 

A maioria das crianças começa a beber canudo por volta dos 8 a 10 meses de idade. Portanto, se ela ainda não atingiu essa idade de desenvolvimento, pode precisar de tempo e/ou da sua ajuda para chegar lá.

Usando um LIp Block ao sugar um canudo

Respondendo a pergunta:

Você provavelmente precisará trabalhar na dissociação da língua e da mandíbula com sua paciente. Em outras palavras, você precisa que ela pratique mover a língua independentemente da mandíbula/lábios. Fazer exercícios de elevação da línguagiro do tronco ,  exercícios de lateralização da língua e estalos de língua podem ajudar nisso. Essas habilidades também são abordadas em profundidade neste livro.

Para estalar a língua, as vezes teremos que ensinar esta atividade em etapas:

  • Primeiro você deve trabalhar na elevação da ponta da língua, em seguida aspirar a língua até o céu da boca e, logo após, estalá-la. Você também pode começar com cliques na ponta da língua primeiro (tsk tsk tsk).
  • Aliás, não deixe de conferir este post e este post para mais dicas sensoriais orais para crianças com síndrome de Down.

* Texto original escrito por Debra C. Lowsky, MS, CCC-SLP – no Blog Oficial da Ark Therapeutic dos EUA. A Falconn Distribuidora e Importadora é uma empresa que faz parte do grupo da BmB Terapêuticos. A Falconn é a distribuidora oficial da Ark Therapeutic no Brasil. Portanto, ambas as empresas são autorizadas a replicar os conteúdos oficiais da Ark Therapeutic no em português, no Brasil.

Debra C. Lowsky

Sobre a autora do post:

Debra C. Lowsky, MS, CCC-SLP

***Todo o conteúdo deste site, incluindo opinião médica e qualquer outra informação relacionada à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado como um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação individual. O uso deste site e as informações contidas neste documento não criam uma relação médico-paciente. Sempre procure o conselho direto de seu próprio médico em relação a quaisquer perguntas ou problemas que você possa ter em relação à sua própria saúde ou à saúde dos outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *